phone 

Cúria Diocesana

91 3425-1108

 

Vatican News repercute primeira Entrevista Coletiva de Imprensa da Assembleia

Reporteres acompanham atentos o momento das coletivas de imprensa. Reporteres acompanham atentos o momento das coletivas de imprensa. Fonte da imagem: CNBB
Os Bispos irão dirigir uma mensagem sobre o ano eleitoral, com uma palavra orientadora a todos os cristãos do Brasil.

Silvonei José – Aparecida

Nesta quarta-feira (11/04) tivemos a primeira coletiva de imprensa desta 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O tema central dos trabalhos “Diretrizes para formação de presbíteros da Igreja no Brasil”, foi a tônica do encontro.

Participaram da conversa com os jornalistas o arcebispo de Mariana (MG), Dom Geraldo Lyrio Rocha, o arcebispo de Porto Alegre (RS), Dom Jaime Splenger e o bispo de Osasco (SP), Dom João Bosco Barbosa de Souza.

O colóquio teve início com a explanação de Dom Geraldo, que fez a contextualização e explicou detalhadamente a maneira como funcionam as Assembleias Gerais da CNBB.

Dom Geraldo detalhou que todos os dias os trabalhos são iniciados com a celebração da Santa Missa no Santuário Nacional e que no final de semana haverá um momento de retiro espiritual, que este ano será orientado pelo bispo emérito prelado do Marajó, Dom José Luís Azcona Hermoso.

Dom Jesus Maria em um dos intervalos da Assembleia, com outros bispos agostinianos. Dom José Azcona é o 2º da direita para a esquerda/ Foto: Divulgação.

 

O arcebispo de Mariana também explicou que em todo o início de Assembleia, há uma análise da conjuntura eclesial e social. “Neste ano vamos refletir sobre a presença e a atuação da Igreja no mundo urbano, pois ela não se esgota nos limites de uma cidade, mas se estende e se amplia”.

Dom João Bosco reforçou o assunto e disse que a presença da Igreja nas cidades é desafiadora no sentido de que a Igreja vem de uma experiência de cultura onde o meio rural era muito forte, mas agora existe o trabalho nas grandes concentrações urbanas.

Dom Geraldo Lyrio também mencionou outros assuntos de grande importância que estarão em pauta, com por exemplo, a eleição dos delegados para Sínodos que acontecerão em outubro, ou seja, o Sínodo que trata das questões da juventude e outro da Igreja na Pan-Amazônia.

Além disso, o papel dos leigos, principalmente por estarmos no Ano do Laicato. “Os cristão têm um papel, uma vocação e missão de uma fundamental importância para Igreja e para o mundo”.

Outro aspecto bastante esperado são as eleições de 2018. Os Bispos, com certeza, irão dirigir uma mensagem sobre o ano eleitoral, com uma palavra orientadora a todos os cristãos do Brasil. “Vamos conversar e decidir sobre a realização de uma nova semana social brasileira, que permite uma discussão maior sobre as bases da Igreja em outras instancias sociais, políticas, econômicas e culturais no país” afirmou Dom Lyrio.

Imagem feito por Dom Jesus no momento da Missa de hoje, no Santuário Nacional/ Foto: Dom Jesus.

 

Lido 62 vezes

Liturgia

Clique e leia a liturgia diária

Calendário

Calendário de pastoral da Diocese

Sobre a Diocese

EVANGELIZAR, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Eucaristia e orientada pela animação bíblica, promovendo a catequese de inspiração catecumenal, a setorização e a juventude, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10), rumo ao reino definitivo.

Boletim de Notícias

Deixe seu e-mail para ser avisado de novas publicações no site da Diocese de Bragança: