phone 

Cúria Diocesana

91 3425-1108

 

Realizada coletiva de imprensa sobre o 18 de maio.

Foto oficial após a realização da coletiva de imprensa realizada hoje, 16 de maio. Foto oficial após a realização da coletiva de imprensa realizada hoje, 16 de maio. Foto: Edielson Santos

Na manhã de hoje, 16 de maio, no auditório da Fundação Educadora de Comunicação, foi realizada uma coletiva de imprensa para falar do Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Estiveram presentes no evento, Dom Jesus Maria, Bispo da Diocese de Bragança; a senhora Graça Ramos, coordenadora da Cáritas Diocesana; o senhor Hugo Costa, representando a Secretaria de Assistência Social do município de Bragança; o senhor Tenente da PM Alexandre, representando o Comando do 33º Batalhão da Policia Militar de Bragança; e a coordenadora do CREAS, a senhora Mayara Vasconcelos.

Coletiva de imprensa aconteceu no auditório da FEC/ Foto: Edielson Santos

 

O senhor Hugo Costa foi quem intermediou a coletiva. A palavra foi dada primeiro a Dom Jesus, que entre tantas preocupações acerca do tema, apresentou um dado muito preocupante acerca das denúncias de abusos feitas no Estado do Pará. As mesmas apontam que, em três anos, o número de casos chega a apenas pouco mais de 4.000. Dom Jesus ressaltou que há algo errado, pois no Estado não há apenas esse número de casos.

Já o Tenente Alexandre chamou a atenção para a necessidade que a PM tem das parcerias com a sociedade e com as instituições para reprimir esses crimes.

A coordenadora do CREAS, além de apresentar as ações que estão sendo feitas – principalmente nos últimos dias - convidou a todos para participarem da pedalada de combate ao abuso e exploração que acontecerá amanhã, dia 17 às 19 horas.

A coordenadora da Caritas, Graça Ramos, falou da quantidade de casos que foram descobertos durante as visitas que foram feitas às escolas nos últimos dias. Muitos casos, relatou Graça, não são denunciados por ignorância do assunto. De forma que, quando a equipe apresenta o assunto muitas crianças e adolescentes se manifestam para relatar suas experiências de abuso.

Numa segunda fala, Mayara Vasconcelos falou da importância de um relacionamento familiar sólido. A amizade entre pais e filhos ajuda muito na hora de um filho sentir confiança para falar do assunto e criar coragem para denunciar.

O Tenente Alexandre chamou a atenção, em um segundo momento, para a importância de rever o momento em que os pais liberam o telefone para os filhos. Muitas vezes o uso precoce dessa tecnologia favorece o acesso aos abusadores.

Os representantes da imprensa que aí estavam, também relataram muitas formas de abusos que encontram no dia a dia de suas atividades jornalísticas.

Dom Jesus ainda teve oportunidade para falar da impunidade relacionada ao tema e que impera no país. A impunidade faz com que surjam mais abusadores e formas diferentes de abuso.

Ao finalizar a coletiva, todos, inclusive a imprensa, concordaram que é necessário estender essas ações para o ano todo. Inclusive, algumas das emissoras presentes se comprometeram em ceder espaços para que essas ações sejam vinculados o ano todo.

Por Diocese de Bragança.

Lido 85 vezes

Liturgia

Clique e leia a liturgia diária

Calendário

Calendário de pastoral da Diocese

Sobre a Diocese

EVANGELIZAR, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Eucaristia e orientada pela animação bíblica, promovendo a catequese de inspiração catecumenal, a setorização e a juventude, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10), rumo ao reino definitivo.

Boletim de Notícias

Deixe seu e-mail para ser avisado de novas publicações no site da Diocese de Bragança: