phone 

Cúria Diocesana

91 3425-1108

 

Organizações lançam agenda para mobilizar as ações no Brasil do Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa

Foi lançado na tarde do dia 31 de janeiro, às 15h, na sede da CNBB, em Brasília, o projeto “A Igreja no Brasil, com o Papa Francisco, pelo Pacto Educativo Global”. Foi lançado na tarde do dia 31 de janeiro, às 15h, na sede da CNBB, em Brasília, o projeto “A Igreja no Brasil, com o Papa Francisco, pelo Pacto Educativo Global”. Fonte da imagem: CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e a Educação, em parceria com a Associação Nacional de Educação Católica (Anec), a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e o Movimento de Educação de Base (Meb) lançaram na tarde do dia 31 de janeiro, às 15h, na sede da entidade, em Brasília, o projeto “A Igreja no Brasil, com o Papa Francisco, pelo Pacto Educativo Global”.

Representantes das organizações na mesa de abertura. Foto: Comunicação CNBB

Trata-se de uma iniciativa para somar-se ao esforço de “Reconstruir o Pacto Educativo Global” e celebrar os 5 anos da Encíclica Laudato Si’, convite lançado pelo Santo Padre em 12 de setembro de 2019. O novo “Pacto Global Educativo” vai ser celebrado, no Vaticano, no dia 14 de maio deste ano.

Em nome da presidência da CNBB, o arcebispo de Montes Claros (MG), dom João Justino de Medeiros Silva, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e Educação e um dos coordenadores do projeto, acolheu os participantes dizendo ser uma alegria acolher na sede da entidade educadores e educadoras portadores da esperança.

No lançamento, o arcebispo de Montes Claros apresentou a educação na perspectiva do Papa Francisco. O Papa, segundo dom João Justino, é um ícone da educação. “Esta dimensão não está apenas na experiência do Santo Padre como educador Jesuita mas também nos incontáveis pronunciamentos que ele fez sobre o tema”, disse.

Ideias do Papa Francisco para a Educação

Segundo dom João Justino, o Papa Francisco defende a necessidade de uma nova aliança a favor da educação traduzida no provérbio africano que afirma que “para educar uma criança é necessária uma aldeia inteira”, ideia força adotada na renovação do pacto pela educação. A ideias defendidas pelo Papa para a educação, segundo o arcebispo de Montes Claros, estão sintetizadas no parágrafo de número 222, da Exortação pós sinodal Christus Vivit, do Papa Francisco:

“É importante ter presente alguns critérios inspiradores, indicados na Constituição Apostólica Veritatis gaudium em ordem a uma renovação e relançamento das escolas e universidades ‘em saída’ missionária, tais como a experiência do querigma, o diálogo a todos os níveis, a interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade, a promoção da cultura do encontro, a necessidade urgente de «criar rede» e a opção pelos últimos, por aqueles que a sociedade descarta e abandona; e também a capacidade de integrar os saberes da cabeça, do coração e das mãos”.

Educadora popular do Meb

Educadora popular do Meb em Brasília (DF), Maristela Ferrari. Foto: Comunicação CNBB

Segundo a educadora popular do Meb em Brasília (DF), Maristela Ferrai, as propostas do Papa vem ao encontro do trabalho da organização de criar as aldeias educativas e reforça a ideia de uma educação transformadora buscada pelo movimento.

Presente no lançamento representando a Frente Parlamentar Mista de Educação do Congresso Nacional, o deputado federal Israel Mota Batista afirmou que o convite do Papa Francisco para a renovação do Pacto Educativo Global está em sintonia com a estratégia de trabalho traçada pela Frente de buscar uma experiência educativa focada na possibilidade do encontro, do entendimento e do diálogo entre as pessoas.

“Estamos trabalhando para focar no pontos comuns que aproximam as pessoas em torno de um projeto de educação”, disse.  O deputado colocou a Frente à disposição para realizar, no Congresso Nacional, o debate e a apresentação das propostas do Papa Francisco, de quem se confessou admirador, sobre o pacto educativo global.

O padre Júlio César Evangelista Resende, assessor do Setor de Educação da Comissão Cultura e Educação da CNBB, apresentou os elementos que compõem o pano de fundo que motivou a iniciativa Papa. Uma delas foi a necessidade de retomar o investimento em um amadurecimento humano para passar de uma cultura da indiferença para o encontro e a compreensão de uma ecologia integral ideias defendidas na Laudato Si’.

O assessor da Comissão afirmou que instituições do campo da educação, entre elas, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), indicaram que a humanidade carece de “uma autoridade moral” capaz de liderar uma aliança mundial pela educação e que o Papa é um líder agregador e capaz de liderar tal iniciativa.

A irmã Adair Aparecida Sberga, vice-presidente da Anec, apresentou o subsídio “A Igreja no Brasil, com o Papa Francisco, no Pacto Educativo Global”, no qual constam o calendário de eventos, as estratégias e ações que integram o itinerário de vivência da renovação do pacto no país até a sua celebração em 14 de maio no Vaticano. O subsídio com orientações gerais sobre o pacto podem ser baixados aqui: A Igreja no Brasil, com o Papa Francisco, no Pacto Educativo Global”.

Participaram do lançamento cerca de 90 pessoas, entre educadores populares do Movimento de Educação de Base (MEB), diretores de escolas e universidades católicas, os bispos e assessores que integram a Comissão de Cultura e Educação da CNBB. Da mesa de abertura, participaram também a irmã Maria Inês Vieira, presidente nacional da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e o professor Deivid Lorenzo de Carvalho, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Cientistas Católicos (SBCC) e coordenador do Curso de Direito da Universidade Católica de Salvador (BA).

As iniciativas globais podem ser acompanhadas no site: www.educationglobalcompact.org

No Brasil, para compartilhar ações do pacto será usada a hashtag: #PactoEducativoGlobalnoBrasil

Adolescentes do Centro Socioeducativo Santo Anibal Maria se apresentaram no evento. Foto: Comunicação CNBB

Tirado do site da CNBB

Lido 23 vezes

Liturgia

Clique e leia a liturgia diária

Calendário

Calendário de pastoral da Diocese

Sobre a Diocese

EVANGELIZAR, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Eucaristia e orientada pela animação bíblica, promovendo a catequese de inspiração catecumenal, a setorização e a juventude, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10), rumo ao reino definitivo.

Boletim de Notícias

Deixe seu e-mail para ser avisado de novas publicações no site da Diocese de Bragança: